5 mensagens para esse Dia dos Namorados


É, o Dia dos Namorados chegou... e você ai na sua casa, sentado na frente do PC pensando numa bela de uma poesia/poema/mensagem para o seu grande amor. Já rodou pelo Google (quase) inteiro, e não achou nada que te agrade? Pois bem, eu tenho a solução para o seu problema.

Juntei as 5 melhores mensagens, que na minha opinião, são as melhores e publiquei aqui. Algumas são de autores bem conhecidos, já outras nem tanto, mas todas bem ao estilo "li e refleti". Sem mais, vamos a elas.

Mãos Entrelaçadas

Sentir que somos importantes para alguém,
é simplesmente sentir a vida, o sonho,
principalmente se este alguém
é importante para nós.

Amor meu, vamos passear pelos campos,
mares, jardins floridos,
enfim, vamos dar as mãos e neste contato,
sentir as diferentes emoções
transmitidas pelos nossos corações.

É preciso sonhar para viver os sonhos,
pois através deles é que nos realizamos na vida,
com você sinto o brilho das estrelas,
e até começo a contá-las...

A lua está mais bela, pois percebe que em nossos corações,
o amor floresce.
Cada flor parece ter mais vida,
o sol ilumina nossos rostos, querendo mostrar à natureza,
como é bom AMAR!

Nestes prados verdejantes, vamos sentar debaixo do Ipê florido,
admirar as flores campestres e sentir que o silêncio existe.
Sempre existiu nos campos, dando espaço
aos sons que a própria natureza emite,
o cantar dos pássaros, o farfalhar das árvores...

Continuamos de mãos dadas, você colhe uma pequena
flor do campo
e coloca em meus cabelos.
Então eu sinto que o amor existe,
Deus está ali conosco, e como é belo AMAR!

por Rayma Lima

Almas que se encontram

Dizem que para o amor chegar não há dia...
Não há hora...
E nem momento marcado para acontecer.
Ele vem de repente e se instala...
No mais sensível dos nossos órgãos... o coração.

Começo a acreditar que sim...
Mas percebo também que pelo fato deste momento...
Não ser determinado pelas pessoas...
Quando chega, quase sempre os sintomas são arrebatadores...
Vira tudo às avessas e a bagunça feliz se faz instalada.

Quando duas almas se encontram o que realça primeiro...
Não é a aparência física, mas a semelhança das almas.
Elas se compreendem e sentem falta uma da outra....
Se entristecem por não terem se encontrado antes...
Afinal tudo poderia ser tão diferente.

No entanto sabem que o caminho é este...
E que não haverá retorno para as suas pretensões.
É como se elas falassem além das palavras...
Entendessem a tristeza do outro, a alegria e o desejo...
Mesmo estando em lugares diferentes.

Quando almas afins se entrelaçam...
Passam a sentir saudade uma da outra...
Em um processo contínuo de reaproximação...
Até a consumação.

Almas que se encontram podem sofrer bastante também,
Pois muitas vezes tais encontros acontecem...
Em momentos onde não mais podem extravasar...
Toda a plenitude do amor...
Que carregam, toda a alegria de amar...
E de querer compartilhar a vida com o outro,
Toda a emoção contida à espera do encontro final.

Desejam coisas que se tornam quase impossíveis,
Mas que são tão simples de viver.
Como ver o pôr-do-sol...
Ou de caminhar por uma estrada com lindas árvores...
Ver a noite chegar...
Ir ao cinema e comer pipocas...
Rir e brincar...

Brigar às vezes,
Mas fazer as pazes com um jeitinho muito especial.
Amar e amar, muitas vezes...
Sabendo que logo depois poderão estar juntas de novo...
Sem que a despedida se faça presente.

Porém muitas vezes elas se encontram em um tempo...
E em um espaço diferente...
Do que suas realidades possam permitir.

Mas depois que se encontram...
Ficam marcadas ... tatuadas...
E ainda que nunca venham a caminhar para sempre juntas...
Elas jamais conseguirão se separar...
E o mais importante ...
Terão de se encontrar em algum lugar.

Almas que se encontram jamais se sentirão sozinhas...
Porquanto entenderão, por si só, a infinita necessidade...
Que têm uma da outra para toda a eternidade.

por Paulo Fuentes

Até o fim de nossa paixão

Deixe-me navegar em seu oceano,
Naufragar em suas águas,
Pacificar seus conflitos,
Padecer em seus conceitos mais absolutos.

Deixe-me banhar-me até o fim
Na abundância de toda paixão
Que acelera minha palpitação
E conduz você até mim.

Na ânsia de não poder satisfazer
O que é imposto pela conspiração de desejos
Fico a esperar o dia
Em que completo será meu banho o qual irá se suceder.

Deixe-me ser tudo que necessitas
Desde o começo até o fim,
Nas obras de nossa confidência
Espero o dia após dia
Pelo seu inesperado sim.

Deixe-me infinitamente
Ser sua mais consagrada devoção,
Desde o primeiro beijo
Até o fim de nossa paixão.

por Fabiana Thais Oliveira

Amor, pois que é palavra essencial

Amor – pois que é palavra essencial
comece esta canção e toda a envolva.
Amor guie o meu verso, e enquanto o guia,
reúna alma e desejo, membro e vulva.

Quem ousará dizer que ele é só alma?
Quem não sente no corpo a alma expandir-se
até desabrochar em puro grito
de orgasmo, num instante de infinito?

O corpo noutro corpo entrelaçado,
fundido, dissolvido, volta à origem
dos seres, que Platão viu completados:
é um, perfeito em dois; são dois em um.

Integração na cama ou já no cosmo?
Onde termina o quarto e chega aos astros?
Que força em nossos flancos nos transporta
a essa extrema região, etérea, eterna?

Ao delicioso toque do clitóris,
já tudo se transforma, num relâmpago.
Em pequenino ponto desse corpo,
a fonte, o fogo, o mel se concentraram.

Vai a penetração rompendo nuvens
e devassando sóis tão fulgurantes
que nunca a vista humana os suportara,
mas, varado de luz, o coito segue.

E prossegue e se espraia de tal sorte
que, além de nós, além da própria vida,
como ativa abstração que se faz carne,
a ideia de gozar está gozando.

E num sofrer de gozo entre palavras,
menos que isto, sons, arquejos, ais,
um só espasmo em nós atinge o climax:
é quando o amor morre de amor, divino.

Quantas vezes morremos um no outro,
no húmido subterrâneo da vagina,
nessa morte mais suave do que o sono:
a pausa dos sentidos, satisfeita.

Então a paz se instaura. A paz dos deuses,
estendidos na cama, qual estátuas
vestidas de suor, agradecendo
o que a um deus acrescenta o amor terrestre.

por Carlos Drummond de Andrade

Amo você

Pois pensar em você
é sentir os pés nus
sobre asas de anjos
deleitar-se em sua perene & suave leveza
é fazer uma imersão completa
na beleza

É deixar-se petrificar,
em submissão de menino
na sua graciosidade, seu encanto & fascínio
compor o teu amor
ao som de violino

É banhar-se em teu chafariz, de ternas virtudes
mansuetudes, paz, solicitudes
sonhar nos carinhos das tuas asas de amor
encher com o teu mel o meu dissabor

És linda borboleta de sapatinho ana bela
tens um brilho sublime, tal qual Cinderela
capaz de anoitecer até mesmo anjos & diamantes
e fazer-se porto seguro
para meus andarilhos errantes

Pensar em você
é embalar-se em melíflua canção de ninar
na composição de brisa, apaixonada pelo mar
é sublevar recitando pelos poros d’alma
um novo poema
para o verbo, te amar.

por Davi Cartes Alvez

Pronto. Não sou o Pai Gallo, mas trabalho garantido. E para não terminar assim, deixo um texto do Artur da Távola, onde existe uma pequena reflexão: ter ou não ter um namorado? É, eis a questão. Então clique aqui, e leia lá.

Imagem: Getty Images

2 comentários

wakko1 disse...

heheheh ti bunitinho *.*
kibei metade pra cobertura do dia dos namorados que o Gente Estranha ta fazendo espero não ter problemas, abração.

Kaique disse...

@wakko1

HUUHAHAUHAUHAUAUHAUHUHAUHA, valeu!
Ah, pode ficar a vontade para kibar quando quiser!
Abraço.

faça seu comentário


Leia as regras:
Os comentários são livres. Tendo isso em mente, você como uma pessoa racional e compreensível tem total responsabilidade sobre o que escreve aqui. Este blog, é um blog particular que abre esse espaço para dar a oportunidade aos seus leitores de interagir e dar sua opinião sobre o assunto proposto, e sumariamente revisa o que será aceito e o que não será aceito pelo autor. Abaixo segue uma pequena lista de coisa que não obrigatoriamente deve-se seguir, mas que com isso tenha-se mais ou menos uma ideia do que se deve e não deve se fazer.

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Comente com conteúdo. Se não tiver nada para escrever, não escreva;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- CAIXA ALTA (Caps Lock ativado), Internetês ridículo ou erros horriveis de ortografia não serão tolerados;
- Ofensas pessoais, ameaças e xingamentos não são permitidos;
- Parceria? aqui não é lugar para isso, entre em contato;

OBS: Os comentários não refletem as opiniões do autor.